Sarampo: Secretaria M. de Saúde promove Dia D de Vacinação contra a doença

          A Prefeitura de Morro do Chapéu, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, promove Dia D de Vacinação contra o sarampo, neste próximo sábado, dia 24 de agosto, em todas as Unidades de Saúde da Família (USFs), da sede do município.

          Esta campanha de prevenção contra o sarampo em Morro do Chapéu acontece devido ao grande surto da doença, que algumas cidades do país enfrentam nos últimos dias. O Estado de São Paulo, por exemplo, soma 1.319 casos confirmados de sarampo, segundo último boletim divulgado recentemente pela Secretaria Municipal da capital paulista.

          De acordo com informações do Ministério da Saúde, o Estado de São Paulo lidera o ranking tendo 49 cidades com casos da doença, seguido por Rio de Janeiro, Bahia (capital) e Paraná.  Diante desse surto, a Prefeitura de Morro do Chapéu alerta e protege a população morrense.

          Lorenna Carla, Enfermeira e Coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Morro do Chapéu, explica que os postos de saúde da zona rural não irão funcionar no Dia D. “Porém, a partir desta segunda-feira, 19 de agosto, as equipes profissionais começam fazer avaliação dos cartões das pessoas que comparecerem nas Unidades de todos os povoados, e também da sede do nosso município”, afirma Lorenna.

          O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina. Os sintomas da doença são:

  • Febre acompanhada de tosse;
  • Irritação nos olhos;
  • Manchas vermelhas no corpo;
  • Nariz escorrendo ou entupido;
  • Mal-estar intenso.

          Confira a seguir alguns itens importantes sobre o Dia D de Vacinação contra o sarampo:

  • Profissionais de saúde devem seguir medidas de proteção;
  • População com idade entre 12 meses e 49 anos, sem comprovação vacinal ou com esquema incompleto, deve ser vacinada;
  • Crianças de seis meses a menores de um ano que se deslocarem para municípios em situação de risco devem ser vacinadas.
  • De 1 a 29 anos: deve ter duas doses contra sarampo;
  • De 30 a 49 anos: deve ter uma dose contra sarampo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *