Reinauguração do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos

Foi com muito carinho e força de vontade que a prefeitura de Morro do Chapéu, através da Secretaria Municipal do Desenvolvimento e Assistência Social (SMDAS), em nome da secretária Andrea Valois, reinaugurou, na tarde desta sexta-feira, 08 de março, a sede do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), no bairro Alto da Chapada.
Com um espaço acolhedor, o serviço vai proporcionar oficinas de esportes, de artesanato, de dança, música, atividades lúdicas e atendimento com psicólogos (as). Tudo isso para crianças, adolescentes e idosos.
De acordo com Andrea Valois, a escolha da data para a reinauguração do serviço, foi justamente para propor à população um momento de reflexão sobre os vínculos familiares e também sobre os direitos da mulher. “Trabalhamos com a família, com as mulheres; a autonomia, o empoderamento feminino. Então, hoje reinauguramos a sede desse serviço e saímos às ruas, em grande caminhada elétrica, com frases de efeito, pedindo respeito numa luta que deve ser diária pelos direitos e liberdade da mulher”, afirma a secretária.
O evento cultural contou, ainda, com as participações especiais da Filarmônica Minerva e da cantora morrense Neide Vital, que fez questão de ressaltar a importância do projeto para as famílias do bairro. “Estou muito feliz, não apenas pelo Dia Internacional da Mulher, mas também, em poder participar desse projeto e levar um pouco de alegria, através da música, para essas famílias. Famílias essas que terão seus vínculos renovados; terão aulas de capoeira, de arte, e é isso que queremos para a nossa cidade, mais lazer e cultura”, afirma a cantora.
“Elas querem, elas podem” e “lugar de mulher é onde ela quiser”, além de “eu namoro se eu quiser”, foram algumas das frases mais enfatizadas durante todo o percurso da caminhada. A equipe da secretaria aproveitou a oportunidade para falar sobre os lamentáveis números de violência contra as mulheres em todo o país.
Vale ressaltar, ainda, que os dados relacionados à violência contra as mulheres no Brasil são assustadores. De acordo com dados de uma pesquisa do Instituto Datafolha, encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, mostram que 4,7 milhões de mulheres foram vítimas de agressão física no último ano, sendo que 22 milhões relatam ter sofrido algum tipo de assédio.
Por: Assessoria de Comunicação.
Foto: Jader Jaques.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *