O Programa Prefeitura na Comunidade está de volta

           Criado ano passado, com o objetivo de aproximar a prefeitura dos povoados, o Programa Prefeitura na Comunidade está de volta. E a primeira ação foi realizada nesta quarta-feira, (22.05), no povoado de Flores.

           Para este ano, o Prefeitura na Comunidade deve visitar um povoado a cada 15 dias, com uma equipe de profissionais de diversas áreas para prestar serviços, a exemplo de: saúde bucal, assistência sobre o programa Bolsa Família, assistência social, médicos, enfermeiros, psicólogos, limpeza de rua, poda de árvores e iluminação pública; além de técnicos capacitados para tirar dúvidas sobre o Garantia-Safra (GS), dentre outras ações e programas da agricultura familiar.

            Conforme o secretário Municipal de Governo, Fernando Martins, o programa está de volta em 2019, porque foi um sucesso ano passado, tanto pela qualidade do serviço prestado, como pela popularidade que o projeto conquistou, no município. “Nós já estávamos nos preparando para voltar e voltamos com uma equipe ainda mais comprometida, com uma maior integração entre as secretarias para proporcionar o melhor serviço”, explica.

          Fernando ressalta, ainda, sobre a proposta do programa e garante que a gestão municipal tem se esforçado para realizar um trabalho participativo, colaborativo e mais próximo da população: “É preciso vivenciar a realidade das pessoas nos povoados, disponibilizar esses serviços de forma mais acessível e participativa. Desse modo, as comunidades se sentem mais envolvidas num processo de gestão que é nosso, que é popular e do diálogo”, afirma.

          Os serviços oferecidos pelo programa Prefeitura na Comunidade chegam para somar aos mesmos serviços de saúde, limpeza pública e assistência social, por exemplo, prestados diariamente na sede e zona rural do município, porém, de forma lúdica e integrada, em diálogo com as famílias de Morro do Chapéu.

Confira a seguir, mais atividades realizadas pelo programa, para fortalecer os vínculos familiares e comunitários:

  • Atendimento e visitas domiciliares com a equipe do CRAS e CREAS;
  • Palestras, atendimento e visitas domiciliares realizadas pelos Conselheiros Tutelares;
  • Atividades lúdicas, culturais e educativas para crianças e adolescentes realizadas pelos oficineiros do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, como: pinturas de rostos, baú de leitura, pula pula, jogos e brincadeiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *