Morro do Chapéu deve criar Conselho Municipal de Política Cultural

          A Prefeitura Municipal de Morro do Chapéu, juntamente com Agentes Culturais e representantes do Poder Legislativo local, tem se empenhado nos últimos meses para criar o Conselho Municipal de Política Cultural.

          Orientados pelo Procurador Geral do Município, Dr. João Gomes, membros de setores da sociedade ligados à cultura, se reuniram no último sábado (12.10), na Casa da Arte, em Morro do Chapéu, para discutir, sanar dúvidas e definir a minuta do Projeto de Lei, que cria o Conselho Municipal de Política Cultural e o Fundo Municipal de Cultura.

          De acordo com Dr. João Gomes, o Poder Executivo finalizou os trâmites legais do Projeto, que deverá passar em breve por análises das comissões na Câmara. “Realizamos algumas reuniões, ouvimos os agentes culturais, e entendemos a necessidade de se criar este Conselho. Conseguimos finalizar esta parte. Agora, vamos encaminhar o Projeto de Lei para a apreciação da Câmara, já nos próximos dias”, garante o Procurador.

          Normélia Borges, secretária municipal de Cultura e Turismo, é uma das apoiadoras do projeto. Ela entende que o Conselho dar embasamento para apoiar e revitalizar muitas das áreas de cultura que precisam do merecido apoio. “É uma política de cultura para o Município, junto com o Fundo Municipal de Cultura, porque eles são criados juntos, e eles dão embasamento para que possamos conseguir recursos vindos do Estado e da União, através de editais”, explica Normélia.

          O Conselho Municipal de Política Cultural é o órgão que institucionaliza a relação entre a administração municipal e os setores da sociedade civil ligados à cultura, participando da elaboração e da fiscalização das políticas culturais.

          Normélia explica, ainda, que a importância do Conselho é fundamental para o Município manter uma programação cultural anual, fazer um calendário fixo e implementar novas atividades culturais. “Vamos disponibilizar um espaço físico aqui mesmo na Casa da Arte para o Conselho”, finaliza.

 

 

Fotos: Gil Almeida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *